Estimativas da taxa de lucro mundial

 Artigo de Michael Roberts, publicado no blog The next recession blog, em 25 de julho de 2020.

O modelo de capitalismo de Marx pressupõe uma economia mundial. Ademais, ele começou o seu estudo pelo “capital em geral”. Foi nesse nível de abstração que Marx desenvolveu o seu modelo das leis do movimento do capitalismo e, em particular, o que ele considerava como a mais importante lei do movimento do processo de produção capitalista, a lei da tendência de queda da taxa de lucro.

Em consequência, a taxa de lucro é o melhor indicador da ‘saúde’ de uma economia capitalista. Ele fornece um previsor significativo sobre o investimento futuro e a probabilidade de recessão ou crise econômica. Portanto, o andamento, o nível e a direção da taxa de lucro mundial pode ser um guia importante para predizer o desenvolvimento futuro da economia capitalista como um todo.

No entanto, no mundo real, existem muitos capitais particulares. Ademais, não há apenas um estado capitalista mundial, mas muitos estados capitalistas nacionais. Portanto, existem barreiras para o estabelecimento de uma economia mundial e uma taxa mundial de lucro. O comércio e as restrições de capital tentam preservar e proteger os mercados nacionais e regionais do fluxo de capital global. Mesmo assim, o modo de produção capitalista agora se espalhou por todos os cantos do globo e a “globalização” do comércio e dos fluxos de capital torna o conceito de medida de uma taxa mundial de lucro mais realista. Parece, pois, fazer sentido.

O artigo completo está aqui: Uma taxa de lucro mundial

Taxa de lucro mundial

Crisis or breakdown WP

Michael Roberts, que mantém na internet um blog muito ativo e muito acessado, escreveu um artigo interessante em que defende a validade analítica – e o interesse teórico – do cálculo de uma taxa de lucro para a economia global. Trata-se ele de um marxista com amplo conhecimento de macroeconomia que estuda a conjuntura mundial, em particular dos países centrais, numa perspectiva histórica. Ele, diferentemente de outras orientações menos comprometidas com os textos originais, atribui centralidade à lei tendencial da queda da taxa de lucro – e suas contra tendências – na explicação das crises do capitalismo, assim como dos processos de estagnação ou recuperação que a elas se seguem. Nesta nota, em sequência, traduzem-se simplesmente as partes mais importantes desse artigo com o fim de torná-lo disponível para um público mais amplo que se sente mais confortável lendo em português. De qualquer modo, recomenda-se fortemente aos interessados que leiam o artigo original, em inglês, diretamente em seu blog: http://thenextrecession.wordpress.com/. Para ler a nota em português clique aqui: Taxa de Lucro Mundial