Pular para o conteúdo

Ascensão – e queda? – do capitalismo neoliberal

15/02/2019

Neste post apresenta-se uma resenha do livro recente de David M. Kotz que leva o título de The rise and fall of neoliberal capitalism, ou seja, Ascensão e queda do capitalismo neoliberal, o qual foi publicado em 2017 nos Estados Unidos.

Esse autor escreve de uma perspectiva teórica que visa compreender o capitalismo em processo de mudança e que se autodenomina de abordagem da “estrutura social da acumulação” (ESA). Como tal, essa teoria põe ênfase no que denomina “estrutura institucional”, supondo sempre que esta estrutura marca e demarca o sistema econômico real na temporalidade histórica.

Sob essa perspectiva, Kotz explica a mudança do capitalismo regulado de modo keynesiano, que perdurou no após II Guerra Mundial até cerca de 1980, para o capitalismo neoliberal que prosperou desde então. Esse último capitalismo, como se sabe, passou por uma forte crise em 2008 e, a partir dessa data, entrou numa recessão prolongada. Ora, a sua explicação da mudança do primeiro para o segundo se concentra basicamente em apresentar a matriz institucional tanto do capitalismo dito também socialdemocrático quando daquele que o sucedeu.

No último capítulo, o autor examina os “caminhos futuros possíveis” do capitalismo. Em primeiro lugar, assevera que a história econômica dos Estados Unidos justifica plenamente a principal tese da ESA. Esta se caracteriza por associar as grandes crises às grandes mudanças. Kotz, então, considera quatro possíveis direções de mudança após 2008.

A primeira delas é continuação do neoliberalismo ainda que modificado para superar os entraves atualmente presentes. A segunda consiste no aparecimento de um capitalismo mais autoritário, regulado e constrangido pelo Estado. A terceira faz referência a um verdadeiro retorno: a história observaria a volta de um capitalismo regulado que reporia o compromisso capital-trabalho que vigorara durante três décadas após a II Guerra Mundial. A quarta tem um caráter mais utópico, pois examina a possibilidade de que o capitalismo seja substituído por um socialismo democrático.

Ao final, o post apresenta uma avaliação crítica dessas quatro alternativas

A resenha se encontra aqui: Ascensão – e queda? – do capitalismo neoliberal

Comentários encerrados.